• slidebg1
  • slidebg1
  • slidebg1
  • slidebg1

Estimados Expositores, Caros Visitantes

Bem-vindos à 53ª edição da Feira Internacional de Maputo - FACIM 2017.

De 28 de Agosto a 03 de Setembro

 

A FEIRA AGRO-PECUÁRIA, COMERCIAL E INDUSTRIAL DE MOÇAMBIQUE, vulgo FACIM, a maior montra para a exposição de produtos e potencialidades nacionais, comemora este ano o 53º aniversário desde a sua inauguração, e o 7º ano da realização da Feira em Ricatla, Marracuene.

Como tem sido tradição já consagrada, enquanto Feira anual e multisectorial, a FACIM tem o condão de consagrar num úinico espaço todos os sectores económicos à escala nacional, dai se ter tornado num lugar privilegiado de encontros para o empresariado nacional e estrangeiro.

Pretende-se com esta edição:
  • Internacionalizar a economia nacional;
  • Expor as potencialidades de produção e exportação;
  • Estabelecer parcerias e promover oportunidades de negócio nos diversos segmentos do tecido empresarial nacional e estrangeiro;
  • Estimular novas iniciativas de investimento público e privado
  • Criar oportunidades de negócio para as PME’s nacionais
Horário Oficial Abertura oficial - 28 de Agosto, somente reservado aos expositores e convidados.Horário de exposição e visita: Segunda-feira à Quinta-feira das 09:00H as 18:00H; e Sexta-feira, Sábado e Domingo - 09:00H - 19:00H.

Área de Exposição e Infraestruturas disponíveis. Área descoberta – 20.000 m²; Área coberta – 33.650 m². Conta-se com 9 pavilhões sendo: Nachingweia, Matchedje, GwazaMuthini e Chai - que irão acomodar os Países e empresas estrangeiras; Moçambique e Ricatla – que irão acomodar as Províncias e expositores nacionais; Kongwa – para Ministérios e instituições públicas; e Tunduru – que vai acolher o sector agro-pecuário e ainda produtos e equipamento agrícolas-CEPAGRI

Actividades a ter lugar na presente edição da FACIM:
  • a) Dia de Exportadores: consitirá na premiação dos maiores exportadores e investidores;
  • b) Dia de Moçambique: consistirá na premiação de melhores expositores, (nacionais e estrangeiros);
  • c) Ligação diária com a imprensa (Empresas, DPIC’s, Governos Provinciais, outras entidades);
  • d) Seminários temáticas;
  • e) Bolsas de contactos;
  • f) Celebração dos dias dos países e das províncias; e
  • g) Outras realizações.

Sinta-se livre de baixar o catálogo

Clique para baixar

Facim

Breve Historial da FACIM.

 

A FACIM é uma feira comercial, espaço privilegiado onde se juntam produtores, vendedores, investidores, importadores, exportadores, compradores, etc. A sigla FACIM, significa Feira Agro – Pecuária, Comercial e Industrial de Moçambique.

O objectivo principal da FACIM é a promoção das trocas comerciais, estimular a produção e o consumo, e a integração económica de Moçambique na economia mundial. Em qualquer feira ou exposição existem 3 principais intervenientes: o Organizador, Expositores e Visitantes.

O Organizador, neste caso a FACIM, define, os regulamentos do certame, datas de realização, horário de funcionamento, perfil dos Expositores e Visitantes, etc., em resumo, estabelece as regras do evento.

Dentro das regras estabelecidas, compete aos expositores tirarem o máximo aproveitamento do espaço disponível, divulgar os seus produtos, equipamentos, maquinaria, inovações e serviços.

Os Expositores recorrem a várias técnicas para a divulgação da sua mensagem, quer recorrendo à simples exposição dos mostruários, fazendo demonstrações

práticas dos produtos, distribuindo amostras, promovendo palestras, etc. O sucesso do Expositor esta ligado a vários factores, nomeadamente, a qualidade de decoração do Pavilhão ou stand, por forma a atrair um maior número de visitantes, a quantidade de contactos estabelecidos, volume de vendas concretizados, etc.

Como surgiu a FACIM

A 1ª edição da FACIM – FEIRA AGRO-PECUÁRIA, COMERCIAL E INDUSTRIAL DE MOÇAMBIQUE foi inaugurada no dia 24 de Julho de 1964, nos terrenos que actualmente ocupa. Todavia, é importante mencionar que, em 1950, os terrenos da zona compreendida entre a Rua Belmiro Muianga e Escola Náutica, Av. 25 de Setembro e Av. 10 de Novembro, albergaram a Exposição do Mundo Português, que assinalou a visita do General Oscar Carmona, Presidente da República Portuguesa à então Colónia de Moçambique.

Os edifícios onde funciona uma parte do Ministério da Juventude e Desportos: o Restaurante Zambi e o Atelier do Pintor Naguib, são restos das instalações utilizadas naquele certame.

A FACIM surgiu por iniciativa de um grupo de colonos portugueses ligados a variados interesses financeiros e agrícolas, com o objectivo de demonstrar a vitalidade económica da então Província de Moçambique. Em 1970 a FACIM – Feira Agro-Pecuária, Comercial e Industrial de Moçambique foi admitida como membro de pleno direito na UFI – União das Feiras Internacionais, como reconhecimento da importância do papel que desempenhava na divulgação das actividades económicas da região onde se situa.

Em 1971 a FACIM – FEIRA INTERNACIONAL DE LOURENÇO MARQUES passou a existir com esta denominação em resultado do seu reconhecimento internacional alcançado no ano anterior, mantendo, porém, a sigla FACIM por ter já conquistado um espaço na emergente economia colonial de Moçambique.

Em 1978 a FACIM registou o maior certame de todos os tempos. Ao todo 403 mil pessoas visitaram a feria, presenciando os produtos de 866 expositores distribuídos por 120 pavilhões nacionais e 40 internacionais, dos quais 25 Países e 15 empresas privadas estrangeiras. Foi ocupada uma área total de 32.715 metros quadrados.

NÚMERO DE EXPOSITORES E VISITANTES NOS ÚLTIMOS 5 ANOS NA FACIM


Descrição 2012 2013 2014 2015 2016
Países 19 22 26 31 32
Empresas estrangeiras 526 622 651 680 750
Empresas nacionais 1.274 1.398 1.975 2.750 3.010
Total 1.819 2.042 2.651 3.430 3.760
Visitantes 60.200 82.000 84.605 92.689 92.689
Total Geral 62.019 84.042 87.256 95.472 100.241

Actividades Gerais da FACIM

 

A FACIM desde os primeiros tempos da sua fundação definiu como objectivo principal das suas actividades, a realização de feiras, exposições e salões monográficos, conferências, congressos, podendo acessoriamente, e como complemento daquelas actividades, explorar parques de diversões, restaurantes e outras actividades similares'.

Efectivamente, a FACIM ao longo dos seus 53 anos de existência tem sabido cumprir com a sua missão histórica.

Se é verdade que de 1964 até 1974 a FACIM promovia os interesses económicos dos colonos portugueses, a FACIM 75 conhecida como a Feira da Independência, foi um ponto de viragem, para servir os interesses da República Popular de Moçambique. Nela participaram, pela primeira vez,

representações de países até então excluídos:
• Argélia,
• Tanzânia,
• Ghana,
• Jugoslávia,
• Zâmbia,
• União Soviética,
• Nigéria,
• Roménia e
• Paquistão.

Foram 200 expositores num total de 16 países com mais de 140 mil visitantes. Durante a década de 80, a FACIM que desde há anos adquirira o estatuto de Feira Internacional, manteve e consolidou a sua posição de principal e maior certame na África Austral, ao mesmo tempo que aumentava o seu prestígio na UFI – União das Feiras Internacionais, um organismo sediado em

Paris, que congrega 579 feiras e exposições, que se realizam em 137 cidades localizadas em 67 países, espalhados pelos 5 continentes do mundo. A FACIM – Feira Internacional de Maputo tem como slogan 'o ponto de encontro dos homens de negócios' e de facto, afirma-se como um grande mostruário para os parceiros que acreditam e apostam nas transformações em curso em Moçambique.

Todos os anos, nos meses de Agosto e Setembro, países de todos os continentes e sistemas políticos, económicos e sociais, habituaram-se a ver na FACIM, além do local de encontro de compradores e vendedores, também um ponto de referência do que Moçambique se propõe fazer no curto, médio e longo prazo.

Visitantes

 

A FACIM tem como objectivo principal das suas actividades, a realização de feiras, exposições e salões monográficos, conferências, congressos, podendo acessoriamente, e como complemento daquelas actividades, explorar parques de diversões, restaurantes e outras actividades similares.

Além de conhecer produtos , serviços e oportunidades de negócios, a feira permite, ao visitante, entrar em contacto com os parceiros da instituição. São pequenas e grandes empresas de quase todos os ramos de actividades. A Feira oferece oportunidades de acordo

com a realidade local, acompanhadas de capacitação, esclarecimentos, orientação empresarial e até montagem demonstrativas de produção. Para que tudo funcione de acordo com o planeado, existem equipes fortemente comprometidas dedicadas à realização do evento.

Além disso, a realização de negócios é uma constância que demonstra o seu sucesso. No decorrer da Feira, são realizados inúmeros contactos, que criam a perspectiva de futuros acordos comerciais.

Para apresentar todo o conteúdo ao visitante, facilitando o acesso às informações de acordo com seu interesse, a Feira é organizada em salões temáticos, que podem variar.

A maioria dos visitantes não vai à feira com o único objectivo de realizar negócios. O visitante pode também se servir de palestras, informações, ou seja, tudo que o habilite a tomar a decisão de conveniência de abrir um negócio. A consequência costuma ser a multiplicação de negócios de acordo com o perfil económico da instituição.



Venha conferir

Expositores

 

Informação para expositores

As inscrições para a 53ª edição da Feira Internacional de Maputo já começaram. Inscreva-se e venha fazer parte deste evento que conta com a participação de várias instituições, nacionais e internacionais, e que representa uma oportunidade ímpar de aumentar a sua projecção.

Faça o download da ficha de inscrição aqui

Tabela de preços



NOTÍCIAS

ACOMPANHE TODOS OS ACONTECIMENTOS DA FACIM NO NOSSO BLOCO NOTÍCIOSO

 

16 a 18

JUL

II ª Edição da Feira Agro-Pecuária e Pescas. 2015
 
IPEX, em coordenação com os Ministérios da Agricultura e Segurança Alimentar e do Mar, Águas Interiores e Pescas organizam, de 16 a 18 de Julho de 2015, em Ricatla – Marracuene, a 2ª Edição da Feira Agro-Pecuária e Pescas.

17

JUN

Fórum de Negócios Moçambique-Áustria
 
O encontro de empresários para a Cooperação Económica e comercial entre a China e os Países de Língua portuguesa – PLP’s é uma acção que tem lugar anualmente e de forma rotativa entre os países que integram o Fórum...

2014

2015

Guiné-Bissau maior produtor mundial de caju “per capita”
 
A Guiné-Bissau passou a ser o maior produtor mundial de castanha de caju “per capita” em resultado de uma produção anual superior a 200 mil toneladas, disse segunda-feira o economista e consultor do Governo guineense, Eduardo Fernandes.

31 a 06

AG/SET

Inscritos 18 países para FACIM-2015
 
O economista falava durante um seminário sob oportunidades de negócio na Guiné-Bissau, que decorreu na vila portuguesa de Sintra, organizado pela Associação de Solidariedade e Apoio à Comunidade Guineense em Portugal.

2015

2016

Moçambique pretende produzir 100 mil toneladas de castanha de caju
 
A meta de produção de castanha de caju para a presente campanha 2015/2016 é de cerca de 100 mil toneladas, superando em 20 mil toneladas o montante contabilizado na campanha concluída este ano, afirmou o director adjunto do Instituto Nacional do Caju (Incaju).

31 a 06

AG/SET

Nampula prepara-se para FACIM 2015
 
A províncias de Nampula está a preparar-se afincadamente para a sua participação na 51ª Edição da Feira Internacional de Mapyto-FACIM2015 com a realização da Feira económica local.

31 a 06

AG/SET

51ª EDIÇÃO DA FACIM – 2015, DE 31 DE AGOSTO A 06 DE SETEMBRO
 
Prestigiados Orgãos de Comunicação Social; A FEIRA AGRO-PECUÁRIA, COMERCIAL E INDUSTRIAL DE MOÇAMBIQUE, vulgo FACIM, a maior montra para a exposição de produtos e potencialidades nacionais, comemora este ano o 51º aniversário desde a sua inauguração, e o 5º ano da realização da Feira em Ricatla, Marracuene. Como tem sido tradição já consagrada, enquanto Feira anual e multisectorial, a FACIM tem o condão de consagrar num único espaço todos os sectores económicos à escala nacional, dai se ter tornado num lugar privilegiado de encontros para o empresariado nacional e estrangeiro.

GALERIA DE FOTOS

 


  •  

  • 2010

  • 2011

  • 2012

  • 2013

  • 2014

  • 2015

  • Women's Fair

OS RESPONSÁVEIS

CONHEÇA OS RESPONSÁVEIS PARA O ACONTECIMENTO DA FACIM 53ª EDIÇÃO

 

Ministério da Indústria e Comércio
Organizador

PAVILHÕES

 


Estrutura organizacional dos pavilhões nesta edição da FACIM

Baixe o arquivo abaixo e aprecie a estrutura organizacional dos pavilhões nesta edição da FACIM

Baixe o arquivo

EMPRESAS PREMIADAS

 


Veja a seguir as empresas que se destacaram na edição anterior da FACIM, sinta se livre de baixar o arquivo.

Baixe o arquivo

CONTACTE-NOS

Manifeste interesse

 

Manifeste interesse

Endereço postal

Av. 25 de Setembro, No. 1008, 2o. andar Maputo - Moçambique
(+258) 21 307 257/8
(+258) 21 300 193/21 307 256

facim2017@gmail.com
www.facim.org.mz

53 anos de história,
FACIM 2017.

 

Seleccione o idioma/ Select the language

Idiomas/ Languages

>